Escalda Pés – Benefícios para a saúde

28 Dec 2020 no comments daniela Categories Blog, Publicações

Mergulhar os pés numa bacia com água quente para aliviar várias maleitas é uma técnica bem antiga com inúmeros benefícios para a saúde. Este ritual milenar de purificação e conexão e limpeza do corpo e das emoções, que elimina toxinas através da pele e proporciona um grande relaxamento. Escaldamos os pés, arrefecemos a mente.

Indicado para tratar stress, ansiedade, insónia, dores nas pernas, fadiga física e mental, dores de cabeça, enxaqueca, problemas de circulação, calos e até mesmo gripes e constipações.

Esta técnica funciona?

Apesar de o escalda pés ter sido deixado de lado, esse simples e poderoso método pode ajudar a revigorar a energia do corpo.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, os pés possuem diversas terminações energéticas que estão associadas a diversos órgãos do nosso corpo. A pressão e o aquecimento desses pontos podem restabelecer o equilíbrio energético do organismo de forma imediata. Estou a lembrar-me, por exemplo, do ponto 1 do meridiano do Rim, que fica na planta do pé e que por ser estimulado beneficia a nossa vitalidade.

Como fazer um escalda-pés?

A técnica é muito simples. Basta uma bacia com água quente entre 40ºC e 45ºC já é o suficiente, no entanto, pode simplesmente avaliar pela temperatura que consegue suportar. Só assim o escalda-pés já é eficaz, no entanto pode sempre acrescentar sais, ervas, flores ou frutos para tornar a experiência mais agradável e com outros potenciais terapêuticos.

Para o escalda-pés ser eficiente, o ideal é mergulhar completamente os pés cobrindo o tornozelo. Deve durar cerca de 10 a 20 minutos, no máximo. Faça seu escalda-pés preferencialmente à noite, antes de dormir, para manter o calor nos pés. Depois de retirar os pés da água quente calce um par de meias bem quentinhas e vá para a cama. Arrefecer os pés depois de os ter estimulado com calor pode ter o efeito contrário ao requerido.

O escalda-pés que faço com maior frequência é assim como descrevi e ao qual acrescento uma mão cheia de sal marinho integral grosso. O sal é colocado directamente na água e além de potenciar a limpeza, ajuda e equilibrar a bioelectricidade corporal. Este é o melhor ingrediente para nos deixar mais leves, auxiliando na drenagem de líquidos e redução dos edemas (inchaços).

Quanto às ervas, eu gosto de usar alecrim (estimulante e tonificante para os nervos, descongestiona o nariz e alivia dores de cabeça), hortelã (alivia cansaço e problemas respiratórios) ou erva cidreira (calmante e relaxante). Talvez porque tenha sempre frescos e disponíveis na minha horta. Quando usamos ervas, para que o benefício seja maior faça uma pequena maceração antes de as colocar na água, com ajuda de um almofariz ou de sum suribachi.

Terminar em beleza um escalda pés é não deixar os pés arrefecerem e se possível fazer uma pequena massagem. “Amasse” os seus pés, com firmeza e carinho. Siga sua intuição quanto à pressão e os pontos a apertar. Os pés, além dos meridianos, possuem zonas reflexas que espelham os órgãos e partes do corpo, e por isso é importante uma massagem de vez em quando. Já sabe que pode fazer a si própria ou pedir a alguém que lhe proporcione um momento de relaxamento extra.

Atreve-te a ser diferente!

Vive Consciente.

Daniela Ricardo

Deixe-nos o seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *